Lucro Presumido: entenda como apurar em sua empresa de arquitetura

Compartilhe nas redes!

Informações detalhadas sobre como apurar impostos na modalidade Lucro Presumido

Saiba com acontece a apuração do Lucro Presumido em sua empresa de arquitetura

É gestor de empresa de arquitetura e precisa saber mais sobre o regime de apuração Lucro Presumido?

Então, preciso parabenizar a você, pois chegou ao lugar certo!

O presente artigo foi elaborado justamente com o propósito de ajudar você nessa tarefa.

Nele vamos entender o que, de fato, é o regime de apuração Lucro Presumido, a maneira como os impostos são calculados por meio dele e a situação em que ele costuma ser mais vantajoso.

Sendo assim, fique com a gente até o final do nosso artigo, faça uma ótima leitura e facilite a conformidade fiscal da sua empresa de arquitetura.

O que é o regime de apuração Lucro Presumido?

Ele possui esse nome por conta da maneira como o IRPJ e a CSLL são calculados.

Isso porque ambos os tributos incidem sobre o lucro que uma determinada empresa obteve no período e, no Lucro Presumido, essa lucratividade é estipulada pelo Estado, ou seja, o governo presume qual o valor que você terá de lucro para efeito de cálculo dos seus tributos.

Antes da gente passar para o próximo tópico, aproveite para ler esses artigos que separamos e que vão ajudar a facilitar a gestão da sua empresa:

Como os tributos são calculados nessa modalidade?

Tratando-se do cálculo dos tributos de empresas de arquitetura nesse regime, deve-se observar as seguintes questões.

Geralmente a presunção do lucro, como se trata de empresa prestadora de serviços, é de 32%.

Esse percentual vale tanto para o cálculo do IRPJ quanto da CSLL, ambos impostos que devem ser calculados trimestralmente.

Nesse sentido, vamos pressupor que, no trimestre, seu empreendimento teve os seguintes faturamentos:

  • Mês 01: R$  70.000,00;
  • Mês 02: R$  90.000,00;
  • Mês 03: R$ 120.000,00.

Então, a base de cálculo do IRPJ e CSLL seria a seguinte:

Período Faturamento
Mês 01 R$ 70.000,00
Mês 02 R$ 90.000,00
Mês 03 R$ 120.000,00
Total R$ 280.000,00
Percentual base 32%
Base de cálculo (total * percentual presunção R$ 89.600,00

Feito isso, a gente teria que apurar o IRPJ e a CSLL, cujas alíquotas são, respectivamente:

IRPJ: 15%;

CSLL: 9%.

Ainda, nesse caso, teríamos que recolher o Adicional de Imposto de Renda.

Mas isso ocorre apenas quando a base, ou seja, o lucro da empresa, mesmo que presumido, ultrapassa R$ 60.000,00 no trimestre, considerando que seja R$ 20.000,00 multiplicado pelo número de meses que se está apurando.

O Adicional de Imposto de Renda precisa ser apurado aplicando-se 10% sobre o que ultrapassar esse limite.

Ficaria da seguinte forma:

Base de cálculo R$ 89.600,00
IRPJ R$ 13.440,00
Adicional IRPJ R$ 2.960,00
Total IRPJ R$ 16.400,00
Total CSLL R$ 8.064,00

Nesse sentido, teríamos que preencher um Documento de Arrecadação de Tributos Federais (DARF), com o código da receita 2089, referente ao IRPJ, no valor de R$ 16.400,00 e outro, como código da receita 2372 de R$ 8.064,00, referente à CSLL.

Tratando-se de tributos federais uma empresa de arquitetura também precisa recolher o Pis e a Cofins, pro meio das seguintes alíquotas:

  • Pis: 0,65%;
  • Cofins: 3,00%.

O Darf do Pis 8109 possui o código e o da Cofins 2172.

Mas a apuração deles é mensal, e ficaria da seguinte forma:

Período Faturamento PIS 8109 Cofins 2172
Mês 01 R$ 70.000,00 R$ 455,00 R$ 2.100,00
Mês 02 R$ 90.000,00 R$ 585,00 R$ 2.700,00
Mês 03 R$ 120.000,00 R$ 780,00 R$ 3.600,00

Empresas de arquitetura também devem pagar o ISS, porém ele pode variar conforme o município, lembrando que a Lei 116/2003, em seu artigo 8º, inciso II, estabelece que as prefeituras não podem ultrapassar o limite de 5%.

Clique no link abaixo e conheça como lidar com todo esse contexto com mais simplicidade:

Contabilidade Geral em Salvador – BA

Quando ele será vantajoso?

O cálculo pelo Lucro Presumido é mais vantajoso, principalmente, quando o lucro da empresa é maior do que o percentual usado para presumir o lucro e calcular a CSLL e o IRPJ.

Porém existem vários outros fatores que podem influenciar a apuração e determinar se vai ser de fato melhor para a empresa apurar por ele.

Nesse contexto, o ideal é realizar o planejamento tributário, estudo que busca comparar o cálculo de tributos em diferentes regimes de apuração.

Além disso, a apuração dos tributos não costuma ser tão complexa como ocorre na maioria das vezes em que ela é realizada por meio do Lucro Real.

O vídeo abaixo vai ajudar você a entender melhor sobre ele:

Exata Contabilidade: soluções para sua empresa estar em dia junto ao Estado

Como vimos em nosso artigo, o Lucro Presumido é um regime tributário que pode ser utilizado para apurar tributos de empresas que prestam serviços de arquitetura.

Aproveitamos para lembrar que esse é um exemplo geral do cálculo de tributos, dependendo das atividades desenvolvidas pelo seu negócio você poderá ter outros impostos a recolher, além é claro, de várias obrigações acessórias a cumprir ao apurar pelo Lucro Presumido..

Nesse sentido, o ideal é contar com uma contabilidade especializada em seu tipo de negócio e nós, da Exata, vamos ajudar você nessa tarefa.

Entre em contato conosco e entenda as vantagens de ter o nosso apoio.

Quero Saber Mais

5/5 - (1 vote)
Summary
Lucro Presumido: entenda como apurar em sua empresa de arquitetura
Article Name
Lucro Presumido: entenda como apurar em sua empresa de arquitetura
Description
Confira agora mesmo em nosso artigo informações detalhadas sobre como apurar impostos na modalidade Lucro Presumido
Author
Publisher Name
Exata Contabilidade
Publisher Logo

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Aprenda Agora Mesmo A Calcular A Margem De Lucro Para Construcao Civil Blog - Exata Contabilidade

Margem de lucro: como calcular?

Aprenda a calcular a margem de lucro para construção civil Confira quais os passos para realizar o cálculo da margem de lucro em sua construção

Engenheiro autônomo: como atuar?

Conheça o passo a passo para atuar como engenheiro autônomo Confira, neste artigo, o que você precisa fazer para conseguir atuar como engenheiro autônomo de

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Confira o guia do IR 2022 e saiba o que…
Cresta Posts Box by CP
Scan the code